Schools' Registration Members' Registration

Show all news  Show International News  Show National News back

June 17th 2013 Lançamento da Semana 2013

National News from Mozambique by Movimento de Educação Para Todos

Lançamento da Semana

Para o lançamento da Semana estavam programadas duas actividades de relevo nomeadamente, a marcha de professores e um encontro dos professores com a Direcção do Ministério da Educação.

Não foi possível realizar a marcha em virtude de o Município não ter autorizado a sua realização alegando problemas de trânsito na Cidade de Maputo no meio da semana. Neste sentido, os professores e outros interessados foram orientados a dirigir-se para o local do encontro com a Direcção do Ministério, a Escola Secundária Josina Machel.

O lançamento da Semana iniciou com relativo atraso devido a chegada tardia, por razões justificadas, do Vice Ministro da Educação. As actividades iniciaram com a entoação do Hino Nacional e dos professores seguindo-se alguns números de canto coral pelo grupo d e professores e professoras. De seguida fez-se o discurso de abertura pelo Secretário Executivo do MEPT, que se caraterizou pela contextualização da Semana de Acção Global e a motivação da escolha do lema “Cada criança precisa de um professor”.

O Vice Presidente da ONP, na sua intervenção fez um resumo do documento de posicionamento dos professores em relação as suas condições de trabalho e de vida. O documento em referência já havia sido entregue ao Ministro da Educação na reunião que teve com o Presidente do Conselho de Direcção do MEPT.

O representante da UNESCO, tomou a palavra e fez uma resenha sobre a situação do professor e no mundo em geral. Mostrou os desafios que os países da África Subsaariana enfrentam para ter professores qualificados e em número suficiente para responder a demanda. Durante a intervenção disse que no mundo são necessários 1.2milhões de professores e 2.4 milhões para substituir aqueles que por várias razões saem dos sistemas educativos. Continuando, disse que seria importante reflectir sobre o que fazer para inverter o actual cenário pois, na sua opinião, uma Educação Para Todos sem qualidade não é relevante. Em relação as turmas numerosas, o Representante da UNESCO, disse que este é um problema geral de África e nesse sentido é preciso abordada a questão no sentido de como lidar com turmas numerosas. A finalizar disse que os professores deviam tomar a peito a sua responsabilidade porque a comunidade só dará prestígio ao professor se os seus filhos trouxerem bons resultados.